Blog do Moloni

Dicas & Conselhos

16-11-2020

Dropshipping: Nunca foi tão fácil ser empreendedor!

Empreender num modelo de negócio com um mínimo de investimento é o sonho de qualquer empreendedor. Veja aqui como desenvolver uma atividade de dropshipping.

Dropshipping - Imagem Blog

Os condicionamentos que o COVID 19 trouxe ao normal funcionamento da economia são geradores de constrangimentos mas também geradores de possibilidades e oportunidades. Se, por exemplo, o cluster dos ginásios e negócios de bem estar foi fortemente condicionado por limitações de espaço e condicionantes de circulação, a venda de equipamentos e acessórios para manutenção da forma física em casa teve um grande crescimento acompanhado pela subscrição de planos de atividade e aulas à distância disponíveis por subscrição. Este é apenas um exemplo de uma tendência que a pandemia veio forçar e que pode ser explorado na sua componente de estruturação de uma atividade que seja sustentável mesmo depois de ultrapassada a pandemia.

O comércio online de produtos pode ser muito facilitado pela implementação de modelos de negócio terceirizados em que prestadores de serviços podem desenvolver um conjunto de ações separadas e segmentadas em maior grau em nome de uma marca sem que o consumidor final se aperceba dos intervenientes do processo. Este tipo de operação permite ao promotor desenvolver a sua atividade sem ter que operar produção, stock, logística de transporte mantendo no entanto um controlo apertado sobre os produtos a comercializar e a forma como chegam ao consumidor final. Este modelo de negócio permite a fácil alteração dos produtos em carteira, o que, em consequência permite uma grande adaptação aos mercados em que a empresa opera.

Mas afinal o que é o dropshipping?

O promotor de um negócio de dropshipping é um agente comercial que faz a ponte entre a produção e a entrega física de um produto ao cliente. Ao realizar este processo, este empresário procura clientes, avalia as suas necessidades e o valor do mercado e promove o produto para satisfazer as necessidades encontradas e explorar o possível potencial desse mercado no que diz respeito à gestão da concorrência e à definição de margens a aplicação como forma de retribuição de todos os intervenientes. 

Ainda que a grande maioria dos exemplos que se podem encontrar sejam baseados em webcommerce, pode haver aplicações deste modelo de negócio offline, como por exemplo através de vendas por catálogo e pode ainda haver modelos de negócio que façam simultaneamente a utilização de ferramentas digitais e não digitais. Mas são as grandes potencialidades de marketing e de segmentação que a internet oferece que realmente apresentam as vantagens deste modelo de negócio face a outras opções presentes no mercado.

Para a correta implementação de uma atividade de dropshipping deverão ser considerados os seguintes pontos:

  • Escolher o produto correto: O buzzmarketing que o dropshipping permite fazer à volta de um produto dá ao empreendedor o poder de escolher necessidades específicas que apenas se fazem sentir em determinados nichos de mercado. Produtos de repetição, clientes de volume ou produtos que representam elevado envolvimento costumam apresentar bons resultados. São exemplos deste tipo de produtos, artigos de modificação para um determinado modelo de carro, coleções de banda desenhada disponibilizada por subscrição, clubes de leitura ou de vinhos, etc.. Caso o nicho de mercado tenha poder de compra que o justifique poderá permitir margens maiores e ter preços mais altos. É também essencial a escolha dos fornecedores apropriados, que garantam a disponibilidade do produto quando necessária e em quantidade.
  • Desenhar um plano de marketing e comunicação adequado: A utilização das redes sociais permite a criação de envolvimento junto dos públicos. Fazer a divulgação via Facebook para encaminhar para o site com a possibilidade de fazer transações digitais pode é uma das formas possíveis de fazer a sua montra. Note-se que a organização deverá ser feita pela adaptação a cada modelo de negócio e ao funcionamento pretendido por cada promotor para cada negócio. O plano de marketing deverá ter registado todas as formas de comunicação empresarial/institucional (mix de comunicação) e quais os objetivos que se pretende atingir a cada um dos canais.
  • Desenhar o fluxo de compra e entrega: Logo que tenha os seus produtos selecionados, deverá preocupar-se em desenhar o percurso desde a obtenção dos produtos base até à entrega a clientes. Este fluxo deverá incluir fabricação acessória caso haja componentes suplementares que devam ser integrados no produto base, todos os serviços de transporte e outras operações logísticas necessárias como armazenagem, grupagem, celofanagem, etc.., a previsão de formas de pagamento e de confirmação de pagamento. 
  • Retirar a incerteza do processo: Desenvolver todas capacidades técnicas, contratuais e normativas para que o cliente possa ter o máximo de acompanhamento possível sobre as compras que fez e as encomendas que colocou. Dar ao cliente a possibilidade de acompanhar passo a passo o produto que tem expectativa de receber pode ser uma boa forma de envolver no processo de compra. Quando as coisas possam não correr como esperado, a frontalidade pode ser a melhor alternativa para manter as expetativas e a fidelidade dos seus clientes.

Este modelo de negócio carateriza-se por ser muito flexível. Uma avaliação constante do processo de negócio e uma confrontação frequente dos ganhos obtidos com os ganhos esperados podem determinar o estudo de novos fornecedores e novos produtos que potenciem melhores resultados e uma mudança no âmbito de promoção e das campanhas publicitárias que a empresa esteja a custear. O clique de produto certo para o mercado certo dá-se quando as vendas.

A utilização correta das ferramentas de comunicação é também um ponto essencial para o funcionamento do seu negócio de dropshipping. A segmentação da publicidade online oferece quase possibilidades infinitas de atingir nichos de mercado específicos através de estratégias segmentação geográfica, sócio demográfica, pelos rendimentos auferidos ou mesmo através de estratégias de remarketing em que a visita de um site pode significar a repetição da mensagem noutros momentos de navegação em sites que não são de comércio eletrónico.

A otimização do seu site para acomodar os hábitos digitais dos seus clientes é essencial e pode desenvolvê-la com as seguintes considerações mas não se limitando a elas:

  • Otimização para motores de pesquisa: Aparecer bem posicionado num motor de pesquisa quando o seu segmento de cliente faz a procura por uma palavra ou por um conjunto de palavras é primordial. Se, na primeira visualização o cliente vislumbrar algum detalhe que o cative, o seu envolvimento fica facilitado;
  • Criação de conteúdo pertinente à volta dos artigos comercializados: A criação de um blog ou o envio regular de newsletters com exemplos de utilização dos artigos comercializados e, mais importante ainda, evidenciando os resultados atingidos esses produtos é ótimo para conseguir gerar mais tráfego e para promover os seus produtos;
  • Produção de guias para resolver as dificuldades mais frequentemente detetadas: Carrinhos de compras abandonados; problemas de pagamentos, problemas de entrega, atrasos, etc.. são dificuldades que podem demover alguns clientes de comprar e que, sendo convenientemente tratadas, poderão melhorar a imagem reputacional do seu ecommerce e destacá-lo face a concorrentes diretos. A inclusão de várias formas de pagamento é também essencial para que a compra seja o mais intuitiva possível.
  • Certifique o seu site: A inclusão de certificados de confiança que mostrem como o seu site é reconhecido por padrões previamente estabelecidos pode aumentar as formas de divulgação mas também aumentar o grau de confiança dos seus clientes. Ainda assim, atente no que é efetivamente certificado em todo o processo de comercialização, já que existem selos de abrangência diferenciada.

O exercício de atividade dentro do modelo de dropshipping pode mesmo ser a forma ideal de começar um negócio que pode significar um sério complemento de rendimento ou mesmo uma atividade profissional. Basta fazer as escolhas certas e saber ligar a oferta comercial com os segmentos de negócio aos quais se adaptarem da melhor forma.

Registe-se e experimente grátis durante 30 dias!
Experimentar
Subscreva a Newsletter
Subscrever
© 2020 Moloni
Software de facturação online
Certificado pela Autoridade Tributária Nº 2860
O Moloni utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Entendi e aceito