Bem-vindo ao blog Moloni
Aqui vamos colocar novidades sobre o Moloni e o mundo da faturação online.
23-03-2020
Terminais de Pagamento Automáticos - O que são e como funcionam.

O que é um TPA, como funciona e quais os serviços disponibilizados. Saiba mais neste artigo.

Animação TPA Contactless

A criação, em 1985, da rede partilhada de Multibanco (MB) pela SIBS Forward Payment Solutions, S.A. disponibilizou uma grande variedade de serviços bancários através de um elevado número de terminais disseminados pelo país de Caixas Automáticas (CA) e Terminais de Pagamento Automático (TPA), ambos constituindo a rede partilhada Multibanco (MB). Esta ação pioneira mantém os seus efeitos até aos dias de hoje, já que Portugal evidencia um número muito acima à média europeia daquele tipo de equipamentos, existindo no nosso país 1569 CA e 24561 TPA por milhão de habitantes, enquanto que a média europeia é de 864 CA e 19309 TPA por milhão de habitantes.

Analisando concretamente os TPA como instrumento de apoio ao comércio, verifica-se que têm uma multiplicidade de contextos em que podem ser utilizados e em que se torna gradualmente de utilização mais cómoda já que incorpora tecnologia de interligação com sistemas de faturação - como é o caso do Moloni - e também incorporando outros métodos de introdução de dados pelo cliente - como é o caso dos cartões “Contactless”. Saiba mais sobre esta tecnologia:

 

O que é um TPA?

O TPA é um dispositivo de aceitação de cartões que permite realizar pagamentos por via eletrónica fazendo a recolha dos elementos dos cartões para autorização da operação e recolha de elementos de transação para processamento. Possibilita ainda a autenticação do cliente (pela digitação de código secreto ou solicitação de assinatura do titular) e a impressão de talões comprovativos.

 

Como é efetuado um pagamento no TPA?

  • O titular do cartão dá uma ordem de pagamento relativa à liquidação de uma compra a um comerciante através da utilização do seu cartão no TPA e da realização da operação de autenticação;

  • A informação é transmitida pelo adquirente ao emissor do cartão, pedindo autorização;

  • O adquirente paga ao comerciante e cobra-lhe a taxa de serviço do comerciante;

  • O adquirente é depois reembolsado pelo emissor do cartão e paga-lhe a taxa multilateral de intercâmbio;

  • O emissor do cartão cobra ao titular do cartão o valor da transação.

 

Quem é e o que faz o adquirente?

O adquirente é a entidade que fica com o crédito dos comerciantes e aceitam pagamentos com cartões de débito e de crédito. É o adquirente que disponibiliza ao comerciante quais as marcas de cartões que aceita e obtém do emissor do cartão a autorização para realização de pagamento pelo titular do cartão.

 

E como é que se sabe quais são as marcas de cartões aceites por determinado adquirente?

Em resultado do contrato estabelecido entre o comerciante e um ou vários adquirentes, estes disponibilizam sinalética com os logótipos das marcas aceites para pagamento naquele estabelecimento. O contrato feito também pode determinar a fidelização a determinadas marcas e a exclusão de outras. São exemplos de marcas aceites em Portugal: Multibanco, Visa Electron, Visa, Mastercard, Maestro  e American Express (Amex).

 

Que tipos de TPA existem?

Decorrente da utilização que cada comerciante determina como necessária para a execução do seu tipo de atividade poderá haver vários tipos de TPA, destacando-se no entanto - pela quantidade de adesões e produtos pré formatados pelas entidades bancárias - os seguintes tipos de TPA:

  • TPA físico - São instalados no ponto de venda e estes podem ainda ser:

    • Fixo Assistido - É o TPA mais comum e exige a intervenção do comerciante para a execução da operação;

    • Fixo Não Assistido (self-service) - Este equipamento apenas requer a intervenção do titular do cartão e pode aceitar outros tipos de pagamento como por exemplo, numerário;

    • Portátil - Permite mobilidade num determinado raio de alcance, tendo uma base ligada à rede de comunicações (não devendo existir barreiras físicas entre a base e o terminal).

    • Móvel - São terminais completamente móveis que podem ser utilizados sem limitações espaciais ou temporais. Baseados em tecnologias de comunicações móveis, poderá ser utilizado em locais que tenham este tipo de cobertura.

    • Por aproximação (contactless) - Este equipamento permite a realização de transações sem introdução do cartão no terminal, bastando para tal a aproximação do cartão ao respetivo leitor. Por razões de segurança, poderão ser definidos limites máximos às transações a serem efetuadas e ao número de transações permitidas por dia. Os cartões que têm esta funcionalidade disponível, apresentam a sinalética associada: Paypass nos cartões Mastercard e Paywave nos cartões Visa.

  • TPA Virtual - Sem qualquer equipamento ou instalação física têm ligação realizada diretamente ao ponto de venda via internet.

Quais são os serviços disponibilizados nos TPA?

1 - Compras

Esta operação permite adquirir um bem ou um serviço com um cartão de marca aceite pelo TPA;

  • Compra efetuada num TPA assistido:

    • O comerciante seleciona a operação no TPA e introduz o cartão para leitura (ou o próprio cliente introduz o cartão para leitura);

    • O comerciante introduz o valor da compra, se este ainda não tiver sido comunicado por outra forma ao terminal;

    • O cliente confirma ou rejeita a operação e o respetivo montante;

    • Após confirmação, o cliente faz a autenticação pela introdução do código secreto. Se a forma de autenticação for a assinatura, neste passo, o cliente confirma apenas a operação no TPA.

    • O TPA emite um recibo que deverá ser entregue ao cliente. Se a forma de autenticação for a assinatura, o comerciante deverá imprimir um segundo recibo para assinatura pelo cliente e confrontar à posteriori a assinatura efetuada no momento com a constante no painel do cartão;

  • Compra efetuada em TPA self-service (transação em que o preço é conhecido antes da disponibilização do produto/serviço):

    • O cliente insere o cartão no leitor;

    • O cliente efetua a confirmação do montante;

    • O cliente insere o código secreto;

    • Se a operação for autorizada pelo sistema, o produto/serviço é disponibilizado e a operação é concluída com a emissão do recibo pelo TPA.

  • Compra efetuada em TPA self-service (transação em que o preço é desconhecido antes da disponibilização do produto/serviço) - Esta operação é semelhante à anterior, mas não incluir o passo relativo ao montante, tratando.se de uma autorização de compra, que posteriormente será confirmada com o débito efetivo.

  • Compra efetuada em TPA por aproximação (contactless):

    • O comerciante introduz o montante;

    • O cliente aproxima o cartão do terminal específico;

    • Em caso de sucesso, o terminal emitirá um sinal sonoro e visual;

    • O comerciante pergunta ao cliente se quer recibo da operação, que deverá ser entregue ao cliente apenas se o solicitar.

 

2 - Devoluções de Compras

Esta operação permite que sejam efetuadas devoluções, totais ou parciais, do valor de uma compra e está apenas disponível nos terminais parametrizados com esta função. A devolução de compra é considerada como uma operação a crédito na conta do cliente. 

Para que seja possível realizar a uma operação de devolução será necessário apresentar o mesmo cartão utilizado na realização da compra e ter também informação sobre a data/hora em que a compra foi realizada.

 

3 - Operações Específicas

Um TPA poderá ainda ser configurado para a realização de operações específicas da rede Multibanco.

Registe-se e experimente grátis durante 30 dias!
Experimentar
Login/Entrar
Subscreva a Newsletter
Subscrever

© 2020 Moloni
Software de facturação online
Certificado pela Autoridade Tributária Nº1455

O Moloni utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Entendi e aceito